Utentes do IC1 pede audiência ao Ministério do Planeamento e das Infaestruturas

A Comissão de Utentes do IC1 de Alcácer do Sal e Grândola solicitou, esta semana, audiências ao Ministério do Planeamento e das Infraestruturas e à Infraestruturas de Portugal para saber qual o ponto de situação das obras de repavimentação daquele troço que, se estima, terão início no primeiro trimestre deste ano.

Os elementos que compõem esta comissão querem ser esclarecidos sobre o concurso público entretanto lançado. “Com o início de 2018 e com o aproximar da data do final da entrega da obra queremos saber se houve concorrentes, se a obra já foi entregue e quando é que o processo se vai iniciar”, explicou à Miróbriga Manuel Rocha.

“Queremos dar conhecimento aos utentes desta via e dar visibilidade aquilo que nos últimos anos tem vindo a ser objeto de luta da comissão de utentes”, acrescentou.

O dirigente reconhece que, a concretizar-se a intervenção prevista para o IC1, o ano de 2018 pode vir a ser importante para a luta travada pela comissão de utentes nos últimos anos. No entanto, lembra que há outras reivindicações que ainda não foram atendidas.

“Se a obra arrancar, parte da nossa exigência fica satisfeita mas não se esgota aí porque a nossa exigência passa por todo o IC1 entre a Marateca e Grândola e queremos aproveitar estas audiências para levar um conjunto de reivindicações que têm a ver com os concelhos de Grândola e Alcácer do Sal que também nos afeta”, concluiu.

Recorde-se que o valor estimado das intervenções no IC1, entre Alcácer do Sal e Grândola, ultrapassam os 6 milhões de euros.

Declarações de Manuel Rocha, da Comissão de Utentes do IC1 de Alcácer do Sal e Grândola

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *