Utentes e Enfermeiros concentram-se na quinta-feira junto ao HLA

As Comissões de Utentes do Litoral Alentejano e o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) vão realizar uma concentração em frente do Hospital do Litoral Alentejano (HLA), na próxima quinta-feira, 28 de Junho, para exigirem do Governo a contratação em número suficiente de enfermeiros(as) e outros profissionais de saúde para o regular funcionamento dos Centros de Saúde e do HLA.

De acordo com as comissões de utentes e o SEP, faltam cerca de cem enfermeiros na ULSLA que já levou ao encerramento de 20 camas no Hospital e serão necessários mais do dobro dos enfermeiros depois de concluída a obra do Serviço de Urgência do HLA.

O porta-voz da Comissão de Utentes, Dinis Silva, diz que está em risco o acesso à saúde por parte dos utentes desta região. “Esta situação é bastante preocupante e o que queremos é que se reverta esta situação e que não venham a encerrar mais camas ou outros serviços. Temos de exigir ao Governo e ao Ministério da Saúde que contratem os trabalhadores em número suficiente para que os serviços tenham a regularidade devida do atendimento dos utentes”, explicou.

O dirigente lembra que a falta de profissionais põe em risco a realização de alguns tratamentos nos Centros de Saúde da região por falta de enfermeiros (as) e alerta para a possível privatização do serviço de exames especiais do HLA.

Todas as formas de luta chegam ao Ministério [da Saúde], aliás na próxima quinta-feira vai decorrer uma greve nacional dos enfermeiros e apelamos à adesão massiva dos profissionais e e que os utentes compreendam o que possa acontecer nesse dia, mas só assim é possível obrigar o Governo a contratar os profissionais em número suficiente”, acrescentou Dinis Silva que apela à mobilização de todos os utentes para a concentração desta quinta-feira.

Todos somos utentes do Hospital e quantos mais estiverem em frente ao HLA na próxima quinta-feira mais força teremos para exigir ao Governo a alteração de políticas e para que o SNS aqui na região seja bem tratado”, concluiu.

A concentração está agendada para as 17h30 da próxima quinta-feira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *