São 15 os distritos em risco muito elevado de exposição aos raios UV

Quinze distritos do continente e o arquipélago da Madeira estão hoje em risco muito elevado de exposição à radiação ultravioleta (UV). Em risco muito elevado estão os distritos de Braga, Vila Real, Bragança, Viseu, Porto, Aveiro, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Santarém, Lisboa, Portalegre, Setúbal, Évora e Beja, no continente, e o arquipélago da Madeira.

Os distritos de Viana do Castelo, Leiria e Faro, no continente, e as ilhas Terceira, Flores, Faial e S. Miguel, nos Açores, estão com níveis elevados.

Para as regiões com risco muito elevado e elevado, o IPMA recomenda a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, ‘t-shirt’, guarda-sol, protetor solar e evitar a exposição das crianças ao Sol.

O índice ultravioleta varia entre 1 e 2, em que o risco de exposição à radiação UV é baixo, 3 a 5 (moderado), 6 a 7 (elevado), 8 a 10 (muito elevado) e superior a 11 (extremo).

IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo.

Durante a tarde, está previsto um aumento temporário de nebulosidade nas regiões do interior a sul do sistema montanhoso Montejunto-Estrela e no sotavento algarvio.

A previsão aponta também para vento fraco, soprando temporariamente moderado a partir do início da tarde, de noroeste, no litoral oeste a sul do Cabo Mondego e nas terras altas e, de sudoeste, na costa sul do Algarve.

As temperaturas mínimas na nossa região vão oscilar entre os 15 graus (em Sines), os 16 (em Alcácer do Sal e Santiago do Cacém), os 17 (em Odemira) e os 18 (em Grândola) e as máximas entre os 25 (em Sines), os 26 (em Odemira), 27 (em Santiago do Cacém), 32 (em Grândola) e os 34 (em Évora).

Fonte: NM/LUSA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *